Famosos que são advogados e você não sabia

Direito

Confira a lista de personalidades históricas e celebridades que cursaram Direito, mas não ficaram famosos atuando pela advocacia

Todos têm o direito a defesa, logo, todos têm direito a um advogado. Seja na esfera criminal, civil, trabalhista, tributarista e outros, o advogado é o profissional indispensável para a administração da justiça e peça-chave para assegurar a defesa dos interesses das partes em juízo, em outras palavras, é o elo entre o cidadão e a justiça.

Na história muitos profissionais que cursaram a faculdade de Direito se destacaram e se tornaram famosos, mesmo nunca tendo atuado como advogado.

Para matar sua curiosidade vamos listar essas grandes personalidades se tornaram famosos, mas não tem seus nomes associados ao direto.

Veja:


Mahatma Gandhi

Maohandas Karamchand Gandhi ou, como ficou conhecido, Mahatma Gandhi, foi acima de tudo um ativista da não-violência. Formado em direito, foi um político e líder no movimento de independência da Índia, que era governada pelos ingleses.

Prestes a completar 19 anos, em 4 de setembro de 1888, Gandhi foi para a Inglaterra, com o objetivo de estudar Direito. Em 1891, recém-formado retorna à Índia. Sem muitas opções de trabalho na Índia, em abril de 1893, Gandhi parte para a África do Sul, para trabalhar como advogado em uma firma comercial indiana, que desenvolvia atividades naquele país. Foi na África do Sul que ele começou a lutar pelos direitos dos hindus, e a atuar como pacifista. “Eu aprendi a descobrir o lado bom da natureza humana e entrar nos corações dos homens. Eu percebi que a verdadeira função de um advogado era unir partes separadas”, declarou o líder pacifista indiano.


Nelson Mandela

O líder sul-africano Nelson Mandela foi um dos mais importantes sujeitos políticos atuantes contra o processo de discriminação instaurado pelo apartheid, na África do Sul, e se tornou um ícone internacional na defesa das causas humanitárias. Nascido em 18 de julho de 1918, o jovem Mandela teve oportunidade de ter uma ampla formação educacional influenciada pelos valores de sua própria cultura e da cultura europeia.

Após passar pelas melhores instituições de ensino da época, o bem-educado rapaz chegou à Universidade de Fort Hare. No ambiente universitário, Mandela teve oportunidade de tomar conhecimento da luta contra o apartheid promovida pelo Congresso Nacional Africano (CNA). O jovem se refugiou na cidade de Johannesburgo, onde trabalhou em uma imobiliária e, logo em seguida, em um escritório de advocacia.

O governo segregacionista foi busca dos líderes da CNA e, em 5 de agosto de 1962, Mandela foi preso. Em 1990 – sob a tutela do governo conciliador do presidente Frederik Willem de Klerk – Nelson Mandela foi liberto e reconduziu o processo que deu fim ao apartheid na África do Sul. Em 1993 ele ganhou o prêmio Nobel da Paz e, no ano seguinte foram organizadas as primeiras eleições multirraciais da África do Sul. Mandela foi o primeiro presidente negro da África do Sul (de maio de 1994 a junho de 1999)

 


Fidel Castro

Outro personagem que liderou uma nação e que começou sua trajetória política nas bancas de advocacia. Fidel Castro começou a cursar Direito na Universidade de Havana em 1945, foi eleito delegado da faculdade de Direito e participou ativamente de manifestações contra a corrupção do governo do presidente Ramón Grau San Martín.

Fidel se graduou em 1950 e atuou como advogado apenas até 1952, quando entrou de vez na vida política como opositor ao governo ditatorial de Fulgêncio Batista.


Barack e Michelle Obama

O casal que ocupou a Casa Branca entre de 2019 a 2017 também são advogados. O primeiro negro a ocupar esse cargo, Barack Obama, cursou Ciências Políticas pela Universidade Columbia e Direito na Universidade de Harvard, onde foi presidente da Harvard Law Review – a revista jurídica da Universidade.

A esposa do ex-presidente americano, Michelle Obama, fez primeiro o curso de Sociologia na Universidade de Princeton e, assim como o marido, ingressou no curso de Direito na Universidade de Harvard.


Andrea Bocelli

O tenor, compositor e produtor musical italiano Andrea Bocelli nasceu na cidade de Lajatico em 1958, a cerca de 40 km da cidade de Pisa. Aos seis anos de idade, iniciou aulas de piano e depois de flauta, saxofone, trompete, harpa, violão e bateria.

Andrea Bocelli nasceu com glaucoma congênito que o deixou parcialmente cego. Com doze anos, durante uma partida de futebol levou um golpe na cabeça que fez com que sua cegueira fosse total.

Após a conclusão do seu ensino médio, em 1980, Bocelli foi para a Universidade de Pisa, onde mais tarde foi graduado em Direito. Depois de trabalhar por um ano como advogado.

Bocelli vendeu mais de 80 milhões de cópias em todo o mundo e foi contemplado com 3 Grammys, o prêmio mais importante do cenário da música mundial.


Abraham Lincoln

Antes de ser presidente dos Estados Unidos, Abraham Lincoln (1809-1865), que foi assassinado aos 56 anos, foi um advogado atuante, duro e perspicaz. Não fez faculdade, mas aprendeu tudo sobre Direito em dois anos de estudos — “mergulhando no assunto a sério”, disse. Ao fazer o juramento de admissão a uma espécie de Ordem dos Ad­vogados, em Illinois, havia se tornado craque no assunto. “A prática do Direito era o complemento ideal para uma carreira na política”, conta o professor de Oxford Richard J. Carwardine, na biografia “Lincoln”.

Em 25 anos como advogado, Lincoln trabalhou principalmente em questões que envolviam o direito à propriedade.


Gerard Butler

Gerard Butler nasceu em Paisley, Escócia, no dia 13 de novembro de 1969 e batalhou muito antes de ficar mundialmente conhecido pelo papel do rei espartano Leônidas no filme “300”. Pouca gente sabe, mas o ator começou a carreira no teatro e somente em 1997 conseguiria seu primeiro papel no cinema em “Mrs. Brown”

Formado em Direito, Gerard Butler trabalhava como advogado em um escritório em Edimburgo antes de se interessar pela carreira artística.


Personalidades nacionais

Ao todo 14 presidentes da República se formaram em Direito na USP, inclusive o atual, Michel Temer, é formado pela instituição. Outras dezenas de estadistas, ministros e outros políticos em diversas atividades também se formaram em direito pela USP.

Vale lembrar também que atores, diretores de teatro e cinema, bem como personalidades que se destacaram em inúmeras áreas se formaram em Direito. Somente a Literatura Brasileira apresenta 37 personalidades de destaque no mundo literário que possuem o diploma de Direito, como Oswald de Andrade, José de Alencar e um grande elenco.

10 personalidades brasileiras formadas em Direito

  • Luciano Huck, apresentador de TV – formado pela USP;
  • Caio Blat, ator – formado pela USP;
  • Flávia Alessandra, atriz – formada pela UERJ;
  • Gracyanne Barbosa, atriz – formada pela URFJ;
  • Marcos Caruso, ator – formado pela USP;
  • Paulo Autran, ator – formado pela USP;
  • Zé Celso Martinez Correa, cineasta – formado pela USP;
  • Renato Borghi, ator e diretor – formado pela USP;
  • Nelson Pereira dos Santos, diretor de cinema – formado pela USP.

Leia também:

Mobilidade no software jurídico: o controle do escritório em suas mãos

Software jurídico para escritórios: automatizar para crescer

O impacto da Inteligência Artificial na advocacia

Gostou? Compartilhe conosco a sua experiência, deixe seus comentários e dicas.  Envie a sua sugestão. Deixe seu e-mail para ter acesso a conteúdo exclusivo.

0 I like it
0 I don't like it

Aviso Urgente

Aviso Urgente

Temos mais de quatro décadas de história e o foco de nosso trabalho continua sendo oferecer soluções que signifique segurança, confiança e comodidade para prática da advocacia. Transforme suas informações em resultados com a Aviso Urgente.

Deixe seu comentário

Deixe o seu comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *